romania_sibiu_citadel_evening_landscape02-copy

Sibiu, Roménia

Sibiu

Sibiu, é a maior cidade do sul da Roménia e capital de província e principal centro económico e cultural da região.

Informação Geral:

  • Área: 121 km²ULBS: Universitatea "Lucian Blaga" din Sibiu
  • População: 425.906
  • Língua oficial: romeno

 

 

Aspetos do Curso:

  • Língua de ensino: Romeno/ Inglês
  • Nível linguístico mínimo aconselhado: Os professores não exigem que saibamos romeno, mas nem todos explicam em inglês nas aulas práticas e as teóricas são todas em romeno.
  • Modalidade da maioria das avaliações: Orais, Exame escrito, Escolha múltipla
  • Plano de estudos: 5star
  • Nível de exigência: 3star
  • Alunos Erasmus são incluídos nas turmas locais? sim
  • Componente prática das unidades curriculares: 2star

Vida académica:

  • Segurança: 4star
  • Nível de inglês da população em geral:  3star
  • Oportunidade de viajar: 4star 
  • Espírito entre colegas: 3star

Alojamento

  • Tipo de alojamento usufruído: Quarto em apartamento partilhado
  • Tipo de alojamento aconselhado: Residência
  • Qualidade da Residência: 5star
  • Facilidade de obter quarto na residência: 4star
  • Renda mensal média de um quarto na residência: 100-200€
  • Distância residências-faculdade: 15-25min a pé
  • Renda mensal média de um quarto num apartamento: 100-200€

Custos de vida:

  • Preço café expresso: 0,50 -1€
  • Preço refeição num restaurante: 5 – 10€
  • Preço Menu Big Mac: 3-5€
  • Preço de cerveja (33cl) num bar: 1,00 – 1,50 €
  • Preço de uma entrada na discoteca: 0€
  • Preço de um passe mensal de transportes públicos: <30€
  • Preço de uma viagem a partir de Portugal: 200-300€ (possibilidade de voos em low cost)

“Lucian Blaga” University of Sibiu

  • Acordo Bilateral: Sim
  • Vagas: 2 para estudos e 2 (3 meses) para estágios
  • Website: http://international.ulbsibiu.ro
  • Contacto: Dep.externe@ulbsibiu.ro

Testemunhos: 

2015/16 

  • Carlos Alexandre Moreira Gonçalves (6ºano) e João Filipe Mendes (6ºano)
  • Claúdia Costa (4ºano, 1ºSemestre)
    • Outras informações que consideres relevantes:
      “Fiquei admirada pelo facto de a pessoa responsável das Relações Internacionais da Faculdade de Medicina de Sibiu não estar a par da minha situação, nomeadamente quanto às cadeiras que eu teria que realizar lá, quanto à duração do meu Erasmus, quanto ao método de aprendizagem e de avaliação (que teria que ser em Inglês). A situação foi resolvida pela flexibilidade que a doutora mostrou existir para os estudantes Erasmus. Recebi informações de que as aulas começavam mais tarde, e que teria que realizar o meu próprio horário. Pude utilizar este site http://medicina.ulbsibiu.ro/ro/ para adquirir informações sobre a Facultatea de Medicina “Victor Papilian”, de Sibiu, nomeadamente horários, professores, etc.
      Na primeira semana, deparei-me com uma situação complicada que me iria perseguir até ao fim do semestre. Todas as aulas eram lecionadas em romeno e poucos eram os professores que tinham conhecimento da existência de alunos em Erasmus. Fiquei encarregue de falar com todos os professores sobre a minha situação e alertar para o facto de a avaliação final ter que ser em inglês para mim. Não houve nenhuma oposição quanto a isso, mas fiquei de facto admirada e desiludida pela não existência de um plano de ensino para os Estudantes em Erasmus. Ao longo do semestre, fui estudando através de livros em inglês ou bibliografia recomendada normalmente pelos professores da Faculdade de Medicina de Coimbra, uma vez que a bibliografia das disciplinas em Sibiu correspondia habitualmente a livros escritos em romeno. No fim do semestre, as avaliações foram marcadas e elaboradas de formas muito distintas entre as diversas disciplinas. A parte mais complicada foi de facto ter que estudar por livros diferentes daquele que era o suposto, que estava escrito em romeno, e a avaliação incidir essencialmente sobre ele. No entanto, os resultados foram positivos, pois com esforço tudo se consegue; no entanto o esforço foi maior que o habitual.
      A doutora Manuela Pumnea sempre foi muito prestável, sempre pronta a ajudar, no entanto no geral, penso que deveria de haver uma melhor preparação para a recepção dos estudantes, em termos de horários, inserção em turmas, e principalmente avaliações (datas e modo de avaliação, que devem ser bem definidos desde o início, para os estudantes se poderem orientar melhor).”
       
    • Num registo mais pessoal, diz-nos o porquê de a tua cidade ser a melhor (ou não) para fazer Erasmus:
      “Sibiu é uma cidade incrível a vários níveis. É uma cidade rica em cultura, com uma arquitectura maravilhosa, e com parques e jardins muito bonitos, quer no Verão quer no Inverno. Apaixonei-me mesmo pela cidade. Para quem gosta de cidades pequenas e acolhedoras, Sibiu é o local ideal. No geral as pessoas eram muito simpáticas. Os transportes públicos são muito baratos e acessíveis, quer autocarros quer táxis, mas para qualquer lado é possível ir a pé. O preço da alimentação nos supermercados é, no entanto, muito semelhante ao de Portugal.
      O Departamento de Relações Internacionais da Universitatea “Lucian Blaga”, nomeadamente a sra. Moni Beca, sempre se mostrou muito disponível para qualquer situação, via e-mail ou Facebook, nomeadamente quanto à questão do alojamento, transportes, tarifários para telemóvel, etc. Desenvolveu múltiplas actividades para integração dos alunos, e também tinhamos buddies, tal como existe aqui.
      Devido à localização central da cidade, é muito fácil ir conhecer outras cidades muito giras da Roménia, bem como outros países. Eu tive a oportunidade de ir até Budapeste, Viena e Bratislava de comboio, e foi fantástico.”