kosice

Kosice, Eslováquia

Kosice

koshice

Kosice é a segunda maior cidade da Eslováquia.

Informação Geral:

  • Estado: Košice Self-Governing Region
  • Área: 242.768 km2
  • População: 240,688
  • Língua oficial: Eslovaco

 

Aspetos do Curso:

  • Língua de ensino: Inglês
  • Nível linguístico mínimo aconselhado: B2
  • Modalidade da maioria das avaliações: Orais. Escolha Múltipla
  • Plano de estudos:5star
  • Nível de exigência:1star
  • Alunos Erasmus são incluídos nas turmas locais? Não, há turmas apenas para os estudantes internacionais 
  • Componente prática das unidades curriculares: 4star 

Vida académica:

  • Segurança: 4star
  • Nível de inglês da população em geral:  2star
  • Oportunidade de viajar: 4star
  • Espírito entre colegas: 5star

Alojamento

  • Tipo de alojamento usufruído: Residência
  • Tipo de alojamento aconselhado: Residência
  • Qualidade da Residência: 3star
  • Facilidade de obter quarto numa Residência:5star
  • Renda mensal média de um quarto na residência: 100-200€
  • Distância residências-faculdade: 5-15min a pé
  • Renda mensal média de um quarto num apartamento:300-400€ 

Custos de vida:

  • Preço café expresso: 1-1,5€
  • Preço refeição num restaurante: <5€
  • Preço Menu Big Mac: 3-5€
  • Preço de uma entrada na discoteca: <4€
  • Preço de um passe mensal de transportes públicos: 
  • Preço de uma viagem a partir de Portugal: >350€ 

Universita Pavol Jozef Safarika v Kosiciach

  • Acordo Bilateral: Sim
  • Vagas: 2 para estudos
  • Website: http://www.upjs.sk/en/university/international-relations/lifelong-learning-program-erasmus/
  • Contacto: renata.timkova@upjs.sk

 

Testemunhos:

2015/16

  • Gonçalo Oliveira (4ºano)
  • José Miguel de Albergaria (6ºano)
  • Jéssica Martins (6ºano)

Outras informações que consideres relevantes:
É uma cidade bastante segura. Na Eslováquia os estudantes não pagam comboios regionais.
Não façam o ISIC porque depois lá irão ser obrigados a fazer outro. Não existe muita vida nocturna mas existem actividades organizadas pela ESN. Levem roupa de caminhada porque é algo que se organiza muito e para quem gosta, deve aproveitar! Quanto à residência, existe a possibilidade de partilhar quarto ou alugar o quarto só para si. Os preços variam e a recepcionista não fala inglês. Aconselho a irem com um buddy que fale inglês ou, em ultimo caso, utilizar o Google tradutor.”

Num registo mais pessoal, diz-nos o porquê de a tua cidade ser a melhor (ou não) para fazer Erasmus:
“É uma cidade tranquila, eu realizei estágio no 6º ano, cirurgia e pediatria. O estágio de cirurgia foi tranquilo, tive oportunidade de participar em cirurgias e suturar doentes.
Em Pediatria, as coisas são mais sérias mas não deixa de ser tranquilo. Tivemos oportunidade de rodar por vários serviços e ver patologias um pouco mais raras no nosso país.
Os professores são todos muito prestáveis e têm gosto em ensinar-nos.
Fazem sempre muitas perguntas a comparar com o que se passa em Portugal!
A comida é muito acessível e a comida local é um pouco diferente do que estamos habituados, mas há quem goste!”

2014/15

  • Carolina Cabaços (4ºano)

Outras informações que consideres relevantes:

“O Erasmus é a melhor cena de sempre. Visitei 28 países num só semestre e ainda assim consegui estabelecer relações muito fortes em Kosice, com os outros estudantes.
Ficar numa residência é do melhor. As pessoas criam laços que ficam para a vida.
A Eslováquia é um país barato, bonito, com pessoas humildes e simpáticas. Para quem gosta de paisagem natural, montanhas e ‘Hiking’, é do melhor que há! Além disso, tem uma localização central na Europa – a partir de lá, facilmente se visita a Polónia, Hungria, Roménia e República Checa. As viagens são baratas para todo o lado.
A partir de Portugal, o melhor é voar pela TAP (por causa da bagagem) até Budapeste e a partir de lá ir de comboio até Kosice (são 20€ um bilhete de ida e volta, 3h30 de viagem, e há duas viagens por dia, uma às 6 da manhã e outra às 6 da tarde. O comboio é confortável.
Em Kosice o sistema de transportes não é mau, mas também não é excelente. Há autocarros e trams (eléctricos). Muita gente desloca-se de taxi, porque algumas companhias, como a Easy Taxi e a Student Taxi, têm preços muito acessíveis.
Na faculdade toda a gente ajuda e estão muito habituados a receber estudantes internacionais!
Na rua as pessoas não falam inglês de um modo geral, mas nao faz mal porque a linguagem corporal é universal.
Kosice é uma cidade pequena, acolhedora e bonita.
Façam Erasmus por amor de Deus, que foi a melhor coisa que algum dia fiz.  ‘Once Erasmus, always Erasmus’ :)”